Jejum e oração: saiba como fazer e entenda para que serve

A importância do jejum e oração, é para aprofundar o nosso relacionamento com Deus e ficar mais perto dEle. O cristão também precisa viver com esta certeza, entendendo que, a oração e jejum são armas poderosas para derrubar as fortalezas do adversário e manter ele afastado de nós. É o jejum e oração que enfraquecem o poder das forças espirituais do mal, impossibilitando a interferência deles na vida do cristão.

É importante lembrar que, sempre quando você for enfrentar uma situação difícil em sua vida, precisa ficar certo de que, ao jejuar e orar, muito estará sendo feito no mundo espiritual. Para termos esta certeza, observe Esdras 8.23, que diz: “Por isso jejuamos e suplicamos essa bênção ao nosso Deus, e ele nos atendeu”.

Então, é aqui que vamos entender o poder do jejum e da oração. Em conformidade com o texto bíblico, o sacerdote Esdras e os que viajavam com ele necessitavam de proteção para que eles pudessem seguir em frente na longa jornada difícil: “Ali, junto ao canal de Aava, proclamei jejum para que nos humilhássemos diante do nosso Deus e lhe pedíssemos uma viagem segura para nós e nossos filhos, com todos os nossos bens”. Contudo, eles jejuaram e oraram, e a mão de Deus esteve sobre eles, protegendo dos ataques de inimigos e assaltantes pelo caminho (Esdras 8:21-32).

Para que serve o Jejum e oração?

É certo que, a principal razão de fazer jejum e oração, é para aumentar a comunhão com o Espírito Santo de Deus. Esse, sem dúvida, é o principal objetivo e, a pessoa precisa saber verdadeiramente como jejuar. Pois, fazer jejum, trata-se de um ato de fé.

Ainda, vale ressaltar também que o jejum é um tempo para buscarmos mais a Deus. E, entender também se estamos realmente fazendo a vontade dEle ou não. Certamente, esse é um dos motivos pelo qual o jejum está sempre ligado à oração.

Como fazer o jejum?

O cristão pode escolher como vai fazer o seu jejum, segundo aquilo que sentir do Espírito Santo. Por exemplo, a pessoa pode escolher fazer somente meio período ou, o dia todo. Também, o jejum pode ser total ou parcial (com ou sem ingestão de líquidos).

Entretanto, se você é novo na graça e vai jejuar pela primeira vez, é aconselhável jejuar por curtos horários. Contudo, conforme você for jejuando, dependendo, pode escolher prolongar por mais tempo, como meio período, por exemplo, ou mais. Também vale lembrar, que, se você exerce uma profissão, na qual o trabalho é super pesado, não é aconselhável jejuar por longos horários. Na dúvida, você pode pedir orientação ao pastor da sua igreja, ou consultar ao médico. Ainda, cristãos com problemas de saúde precisam procurar orientação médica antes de realizar o seu jejum. Pois, é importante saber que, estragar sua saúde do corpo não é do agrado do Senhor (1 Coríntios 6:19).

O jejum pode ser individual, combinado por um grupo ou igreja?
O Jejum pode ser feito individualmente ou junto com outros cristãos, orando na igreja ou em outro local. Claro, desde que o propósito seja fortalecer a fé cristã  dos irmãos que estejam participando com o objetivo de crescer na comunhão com o Espírito Santo.

O motivo do seu jejum é algo entre você e Deus
Quando estiver jejuando, sozinho, não é correto falar que está jejuando ou, demonstrar fisicamente que está fazendo jejum, com aparência de fraco, cansado ou que é mais espiritual que os outros. Saiba, Deus não se agrada com quem age assim, e nem aceita o seu sacrifício (Mateus 6:16-18). Entenda, o propósito do jejum e oração, não é para demonstrar ser mais espiritual que os outros crentes, e sim para alcançar santidade em Deus.

Jejum que agrada a Deus

O tipo de jejum que agrada a Deus, é aquele que é feito com um coração sincero, por um homem ou mulher que teve sua vida transformada pela poderosa Palavra do Senhor. Acredite, Deus aceita o jejum de um adorador fiel. Podemos afirmar que, o jejum que Deus deseja, é de um coração disposto a dizer que vai ficar sem comer durante algum tempo para uma pessoa ser curada, liberta das trevas, ou para ela alcançar santidade, viver com mais sabedoria, frutificar mais para Deus, para fazer as obras dEle aqui na terra. No livro de Isaías 58:6-7, a palavra de Deus diz o seguinte: “O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo? Não é partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou, e não recusar ajuda ao próximo”?

Qual o jejum que Deus não recebe?

No livro do profeta Zacarias 7:5, o texto bíblico diz o seguinte: “Pergunte a todo o povo e aos sacerdo­tes: Quando vocês jejuaram no quinto e no sétimo meses durante os últimos setenta anos, foi de fato para mim que jejuaram”?

Entendendo Zacarias 7:5;

Então, o jejum que não agrada a Deus, é aquele que é feito somente para aparecer para os outros, isto é, não como consagração para o Senhor. Na Bíblia, Jesus se referiu à questão do jejuar em que não devemos ficar contristado, ou seja, mostrar o semblante caído: “Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará” (Mateus 6:16-18). O jejuar é para o Senhor, e precisa haver um coração que seja verdadeiramente sincero.

Além disso, podemos afirmar que de nada vale jejuar, porém, vivendo no pecado, na prostituição, na mentira, fuxico, julgando ou falando mal do próximo, no engano, e desobedecendo à voz de Deus. Sem dúvida, se agirmos assim, Deus não atentará para nós. Ou seja, estaremos passando fome à toa.

Saiba o que fazer durante o jejum

  1. Não faça um jejum muito longo sem água. Sendo assim, com frequência, beba água.
  2. Onde há muita tentação de comida ou bebida, é importante ter muito cuidado para não quebrar o jejum. Por tanto, procure evitar situações assim.
  3. Durante o tempo em que você estiver jejuando, busque meditar nas coisas de Deus.
  4. Ficar em silêncio com o Senhor é importante. Contudo, passe esse tempo a sós com Ele.
  5. Propósito: faça oração pelos motivos que você decidiu para esse jejum.
  6. Segue às orientações do Senhor, e obedeça cada uma delas.
  7. Por último, se você realmente sentir de Deus que precisa parar, então pare!

Como se preparar para um jejum espiritual?

1 – Em primeiro lugar, você precisa buscar a orientação do Espírito Santo para esse tempo. 2 – Decida o objetivo de seu jejum. 3 – Se você não está acostumado a jejuar, então é certo que comece com um jejum pequeno, de 12 horas, por exemplo. 4 – Seja um cristão organizado: Entenda quanto tempo vai dedicar a sua oração a Deus. E, como vai equilibrar seus compromissos profissionais durante esse tempo.

Busque render graças ao Senhor por qualquer bênção que você tenha recebido das mãos dEle. E, agradeça também por ter ajudado você durante o processo de jejum (1 Tessalonicenses 5:18).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.