Conheça os 13 versículos sobre a criação da natureza

O amor de Deus está sobre toda a natureza. Ele é o Criador de tudo que existe, e pelo o seu imenso poder merece ser adorado. Sabemos que a natureza testemunha a existência de Deus, e podemos ver a sua grandeza através das chuvas, dos raios e trovoadas, ventos, e o  poder de levar o Sol e fazê-lo brilhar todos os dias.

A terra e, tudo que nela existe e que vive, pertence ao Criador, nosso Deus. Assim como o Senhor encheu os rios, fez as serras, as árvores, plantas que dão frutos, e fez os animais; do mesmo modo Ele nos fez, à sua imagem, conforme está registrado em Gênesis 1:26-30.

Por tanto, a natureza não surgiu por acaso, e sim é fruto da criação de Deus – (Gênesis 1:11-12). Ainda de acordo a Bíblia, Deus criou a natureza e viu que ficou bom; então disse o Senhor: “Façamos o homem à nossa imagem, e domine ele sobre os peixes, as aves, sobre os animais de toda a terra. – Gênesis 1:26-30. Ou seja, Deus criou o homem e confiou nele para zelar da natureza, e por isso devemos perseverar nos cuidados da sua criação como amor, porque foi com amor que Deus criou a natureza para ser um ambiente bom para nós vivermos.

É o Senhor que controla tudo que acontece na natureza, porque ela está sobre o o seu poder.

Deus é soberano, magnífico e perfeito! E só Ele é merecedor de toda honra, glória, poder e toda adoração, porque o Senhor é o criador de tudo que existe!

A criação da natureza

Gênesis 1:1 – “No princípio Deus criou os céus e a terra”.

Gênesis 1:11-12 – Então disse Deus: “Cubra-se a terra de vegetação: plantas que deem sementes e árvores cujos frutos produzam sementes de acor­do com as suas espé­cies”. E assim foi. A terra fez bro­tar a vegetação: plantas que dão sementes de acordo com as suas espé­cies, e árvores cujos frutos produzem sementes de acordo com as suas espécies. E Deus viu que ficou bom”.

Gênesis 1:26-30 – “Então disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, con­for­me a nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais de toda a terra e sobre todos os pequenos animais ­que se movem rente ao chão”. Criou Deus o homem à sua imagem,
à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os abençoou e lhes disse: “Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra”. Disse Deus: “Eis que dou a vocês todas as plantas que nascem em toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com se­mentes. Elas servirão de alimento para vocês. E dou todos os vegetais como alimento a tudo o que tem em si fôlego de vida: a todos os gran­des animais da terra­, a todas as aves do céu e a todas as criaturas que ­se movem rente ao chão”. E assim foi.

Jó 37:5-12 – “A voz de Deus troveja maravilhosamente; ele faz coisas grandiosas, acima do nosso entendimento. Ele diz à neve: ‘Caia sobre a terra’, e à chuva: ‘Seja um forte aguaceiro’. Ele paralisa o trabalho de cada homem, a fim de que todos os que ele criou conheçam a sua obra. Os animais vão para os seus esconderijos e ficam nas suas tocas. A tempestade sai da sua câmara, e dos ventos vem o frio. O sopro de Deus produz gelo, e as vastas águas se congelam. Também carrega de umidade as nuvens, e entre elas espalha os seus relâmpagos. Ele as faz girar, circulando sobre a superfície de toda a terra, para fazerem tudo o que ele lhes ordenar”.

Salmos 104:10-24 – “Fazes jorrar as nascentes nos vales e correrem as águas entre os montes; delas bebem todos os animais selvagens, e os jumentos selvagens saciam a sua sede. As aves do céu fazem ninho junto às águas e entre os galhos põem-se a cantar. Dos teus aposentos celestes regas os montes; sacia-se a terra com o fruto das tuas obras! É o Senhor que faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o homem cultiva, para da terra tirar o alimento: o vinho, que alegra o coração do homem; o azeite, que lhe faz brilhar o rosto, e o pão, que sustenta o seu vigor. As árvores do Senhor são bem regadas, os cedros do Líbano que ele plantou; nelas os pássaros fazem ninho, e nos pinheiros a cegonha tem o seu lar. Os montes elevados pertencem aos bodes selvagens, e os penhascos são um refúgio para os coelhos. Ele fez a lua para marcar estações; o sol sabe quando deve se pôr. Trazes trevas, e cai a noite, quando os animais da floresta vagueiam. Os leões rugem à procura da presa, buscando de Deus o alimento, mas ao nascer do sol eles se vão e voltam a deitar-se em suas tocas. Então o homem sai para o seu trabalho, para o seu labor até o entardecer. Quantas são as tuas obras, Senhor! Fizeste todas elas com sabedoria”! A terra está cheia de seres que criaste”.

João 1:3 – “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito”.

Isaías 40:12 – “Quem mediu as águas na concha da mão, ou com o palmo definiu os limites dos céus? Quem jamais calculou o peso da terra, ou pesou os montes na balança e as colinas nos seus pratos”?

Gênesis 9:2-3 – “Todos os animais da terra tre­merão de medo diante de vocês: os animais sel­vagens, as aves do céu, as criaturas que se mo­vem rente ao chão e os peixes do mar; eles estão entregues em suas mãos. Tudo o que vive e se move servirá de alimento para vocês. Assim como dei a vocês os vegetais, agora dou todas as coisas”.

Amós 5:8 – “(aquele que fez as Plêiades e o Órion; que faz da escuridão, alvorada; e do dia, noite escura; que chama as águas do mar e as espalha sobre a face da terra; Senhor é o seu nome”.

Salmos 89:11-12 – “Os céus são teus, e tua também é a terra; fundaste o mundo e tudo o que nele existe. Tu criaste o Norte e o Sul; o Tabor e o Hermom cantam de alegria pelo teu nome”.

Romanos 1:20-23 – “Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis”.

Salmos 95:4-5 – “Nas suas mãos estão as profundezas da terra, os cumes dos montes lhe pertencem. Dele também é o mar, pois ele o fez; as suas mãos formaram a terra seca”.

Salmos 24:1 – “Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *