A Quarta-feira de Cinzas e a Bíblia: Os 10 versículos para refletir

Sempre quando se aproxima da quarta-feira de cinzas, alguns cristãos, principalmente os novos convertidos na graça, ficam curiosos para saber o que esta data religiosa representa. Ou seja, eles querem saber verdadeiramente o que é a quarta-feira de cinzas, e o porquê desta comemoração.

Entretanto, antes de mais nada, precisamos destacar que, celebrar a quarta-feira de cinzas não é um mandamento da Bíblia. Isto é, para quem não sabe, a quarta-feira de cinzas é uma celebração católica e, que marca o início da Quaresma. No entanto, aqui no Brasil, costuma acontecer no dia depois do carnaval. Mas, talvez agora você esteja se perguntando: para que serve? Então, segundo a tradição católica, serve para lembrar que as pessoas são mortais e precisam do arrependimento. Ainda, para lembrar da dedicação a Deus.

Contudo, vamos explicar agora o porquê de “cinzas”: Então, para quem não sabe, as cinzas simbolizam a morte ou o luto. Ou seja, podemos fazer uma pequena comparação dos ramos, por exemplo, que, antes eram vivos e depois se tornaram cinzas; acreditamos que, um dia, também vamos morrer e os nossos corpos irão se decompor em pó.

Como foi dito anteriormente, a quarta-feira de cinzas acontece no dia depois do carnaval e, neste dia, os católicos são convidados a refletir sobre sua mortalidade e a grande importância da salvação. Isto é, de fato, quem for salvo, ressuscitará no fim dos tempos, e viverá para sempre na eternidade.

É certo que, a morte não é fim. No entanto, é necessário se arrepender e crer em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Na Bíblia, não existe nenhuma passagem que fala acerca da quarta-feira de cinzas. Contudo, podemos sim, aproveitar desta oportunidade para lembrar algumas verdades bíblicas. Mas, antes de falarmos disso, vamos deixar bem claro que os grupos cristãos, ortodoxos e evangélicos não celebram a quarta-feira de cinzas. Ou seja, se você é novo convertido na igreja evangélica, saiba que não deve comemorar esta data. A quarta-feira de cinzas, no entanto, não é uma doutrina bíblica, e sim uma tradição católica, que, apenas os católicos celebram.

Então, dando sequência, sabemos que, por causa do pecado do homem, todos estão destinados a morrer, conforme está escrito em Romanos 6:23. É certo que, o nosso tempo de vida aqui na terra é curto. E, em razão da morte, tudo que há neste mundo são momentâneos, e em hipótese alguma devemos colocar a nossa confiança nelas, sem dúvida, porque falham.

Por tanto, não só na quaresma, mas, em outros períodos do ano, precisamos lembrar constantemente disso, que, somos tão limitados e vulneráveis.

Em Eclesiastes 7:2, a Bíblia diz que, melhor é ir à casa onde há luto do que ir a casa onde há banquete; porque naquela se vê o fim de todos os homens. Diante disso, devemos crer no que a palavra do Senhor diz acerca da vida, morte e as escolhas que temos que fazer. Contudo, se observarmos o que Jesus tem revelado por meio de sua palavra, claramente veremos que arrependimento e fé devem fazer parte da vida de todos aqueles que querem viver uma vida mais próxima de Deus.

Entretanto, podemos afirmar que, somente em Jesus há salvação, só Ele pode nos salvar da morte eterna. A Bíblia diz que Jesus morreu na cruz por amor a nós, e ressuscitou para nos dar a vida eterna. Jesus é o único merecedor de toda adoração, todo louvor, glória e poder. Enquanto vivermos, devemos dedicar toda a nossa vida a Deus!

Abaixo, destacamos alguns versículos bíblicos que falam sobre cinzas, para estudo e meditação da palavra de Deus. Confira:

Cinzas na Bíblia

Ester 4:1 – “Quando Mardoqueu soube de tudo o que tinha acontecido, rasgou as vestes, vestiu-se de pano de saco, cobriu-se de cinza, e saiu pela cidade, chorando amargamente em alta voz”.

Jó 2:8 – “Então Jó apanhou um caco de louça e com ele se raspava, senta­do entre as cinzas”.

Deuteronômio 28:24 – “Na sua terra o Senhor transformará a chuva em cinza e pó, que descerão do céu até que vocês sejam destruídos”.

2 Samuel 13:19 – “Tamar pôs cinza na cabeça, rasgou a túnica longa que estava usando e se pôs a caminho, com as mãos sobre a cabeça e chorando em alta voz”.

Isaías 58:5 – “Será esse o jejum que escolhi, que apenas um dia o homem se humilhe, incline a cabeça como o junco e se deite sobre pano de saco e cinzas? É isso que vocês chamam jejum, um dia aceitável ao ­Senhor”?

Mateus 11:21 – “Ai de você, Corazim! Ai de você, Betsaida! Porque se os milagres que foram realizados entre vocês tivessem sido realizados em Tiro e Sidom, há muito tempo elas se teriam arrependido, vestindo roupas de saco e cobrindo-se de cinzas”.

Daniel 9:3 – “Por isso me voltei para o Senhor Deus com orações e súplicas, em jejum, em pano de saco e coberto de cinza”.

Jonas 3:6 – “Quando as notícias chegaram ao rei de Nínive, ele se levantou do trono, tirou o manto real, vestiu-se de pano de saco e sentou-se sobre cinza”.

Gênesis 18:27 – Mas Abraão tornou a falar: “Sei que já fui muito ousado a ponto de falar ao Senhor, eu que não passo de pó e cinza”.

Jó 42:6 – “Por isso menosprezo a mim mesmo e me arrependo no pó e na cinza”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.