Versículos de julgar o próximo

Julgar os outros não é fazer a coisa certa, afinal, todos nós somos pecadores e imperfeitos, no entanto, se não somos perfeitos também não podemos exigir que as pessoas sejam perfeitas para não errar.

Julgar o próximo é pecado, o único que pode julgar é Deus. Em Lucas 6:37, a palavra de Deus diz: “Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem e serão perdoados”.  Sabemos que o único que recebeu autoridade de Deus para julgar foi Jesus, (João 5:26-27) ele sim tem esse direito, porque ele é justo. Já nós, não temos esse direito, no entanto, Deus tem, porque ele é o grande Juiz.

Muitos condenam o seu próximo, mas nós não podemos fazer isso, como foi falado no texto acima – Deus é o grande Juiz, só ele é que pode fazer isso, pois quem condena o seu irmão pode está condenando a si mesmo naquilo em que julga – Romanos 2:1.

Por tanto, não julgue e nem condene para não ser julgado e também condenado. Devemos perdoar os erros dos ouros para que sejamos também perdoados por Deus.

Para a sua meditação, destacamos abaixo alguns versículos da Bíblia sobre não julgar os outros. Veja:

                    Versículos sobre não julgar o próximo

Romanos 2:1-3 – “Portanto, você, que julga os outros é indesculpável; pois está condenando você mesmo naquilo em que julga, visto que você, que julga, pratica as mesmas coisas. Sabemos que o juízo de Deus contra os que praticam tais coisas é conforme a verdade. Assim, quando você, um simples homem, os julga, mas pratica as mesmas coisas, pensa que escapará do juízo de Deus”?

Romanos 2:16 – “Isso tudo se verá no dia em que Deus julgar os segredos dos homens, mediante Jesus Cristo, conforme o declara o meu evangelho”.

Êxodo 23:7 – “Não se envolva em falsas acu­sações nem condene à morte o inocente e o justo, porque não absolverei o culpado”.

Colossenses 2:16 – “Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado”.

Romanos 14:13 – “Portanto, deixemos de julgar uns aos outros. Em vez disso, façamos o propósito de não pôr pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão”.

Mateus 7:1-2 – “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês”.

João 7:24 – “Não julguem apenas pela aparência, mas façam julgamentos justos”.

João 8:15-16 – “Vocês julgam por padrões humanos; eu não julgo ninguém. Mesmo que eu julgue, as minhas decisões são verdadeiras, porque não estou sozinho. Eu estou com o Pai, que me enviou”.

1 Coríntios 6:1-5 – “Se algum de vocês tem queixa contra outro irmão, como ousa apresentar a causa para ser julgada pelos ímpios, em vez de levá-la aos santos? Vocês não sabem que os santos hão de julgar o mundo? Se vocês hão de julgar o mundo, acaso não são capazes de julgar as causas de menor importância? Vocês não sabem que haveremos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas desta vida! Portanto, se vocês têm questões relativas às coisas desta vida, designem para juízes os que são da igreja, mesmo que sejam os menos importantes.c Digo isso para envergonhá-los. Acaso não há entre vocês alguém suficientemente sábio para julgar uma causa entre irmãos”?

Lucas 6:37 – “Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem e serão perdoados”.

João 5:26-27 – “Pois, da mesma forma como o Pai tem vida em si mesmo, ele concedeu ao Filho ter vida em si mesmo. E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem”.

Tiago 4:11-12 – “Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está agindo como juiz. Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo”?

Salmos 9:7-8 – “O Senhor reina para sempre; estabeleceu o seu trono para julgar. Ele mesmo julga o mundo com justiça; governa os povos com retidão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *