Versículos mais conhecidos de Jonas

Muitos cristãos conhecem a história de Jonas, e seu livro, é um dos mais pregados nas igrejas evangélicas. Segundo a Bíblia, Jonas desobedeceu a ordem do Senhor, e por isso, Deus provou ele, e fez um grande peixe te engolir. A palavra do Senhor ainda afirma que, Jonas ficou dentro do peixe três dias e três noites.

Nesta página, estão em destaque os versículos mais conhecidos do Livro de Jonas, que apresenta grandes conselhos para nós, para que possamos meditar e por em prática cada ensinamentos do Senhor. Acompanhe:

A minha oração subiu a ti
Jonas 2:7 – “Quando a minha vida já se apagava, eu me lembrei de ti, Senhor, e a minha oração subiu a ti, ao teu santo templo”.

A salvação vem do Senhor
Jonas 2:9 – “Mas eu, com um cântico de gratidão, oferecerei sacrifício a ti. O que eu prometi cumprirei totalmente.
A salvação vem do Senhor”.

Os ninivitas creram em Deus
Jonas 3:5 – “Os ninivitas creram em Deus. Proclamaram um jejum, e todos eles, do maior ao menor, vestiram-se de pano de saco”.

Cidade de Nínive
Jonas 1:2 – “Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presen­ça”.

Em meu desespero clamei ao Senhor
Jonas 2:2 – E disse: “Em meu desespero clamei ao Senhor, e ele me respondeu. Do ventre da morte gritei por socorro, e ouviste o meu clamor”.

A palavra do Senhor veio a Jonas
Jonas 1:1 – “A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai, com esta ordem”:

Deus se arrependeu e não os destruiu
Jonas 3:10 – “Tendo em vista o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos, Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado”.

Jonas dentro do peixe
Jonas 1:17 – “O Senhor fez com que um grande peixe engolisse Jonas, e ele ficou dentro do peixe três dias e três noites”.

Nínive será destruída
Jonas 3:4 – “Jonas entrou na cidade e a percorreu durante um dia, proclamando: “Daqui a quarenta dias Nínive será destruída”.

Aqueles que acreditam em ídolos
Jonas 2:8 – “Aqueles que acreditam em ídolos inúteis desprezam a misericórdia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *